Mudanças - Capitulo 2

Austrália ,3:14 PM.

Acordei  com  a foto na minha mão, eu sentia saudades do cheiro dele, do seu jeito de me olhar como ninguém me olhou antes. Ouvi  alguém abrir a porta do apartamento, devia ser o Felipe. Guardei  a foto debaixo do travesseiro e fingi que dormia.
Senti ele me dando um beijo na testa, quando ele saiu do quarto, me levantei, peguei a foto que eu tinha guardado segundos antes, fui até o armário e peguei  uma caixa verde que estava meio escondida e guardei a foto lá.
Sai do quarto, procurei o meu namorado mais não vi ele “Deve ta no banheiro” pensei comigo mesma. Quando eu ia ir em direção do mesmo, vi uma nota sobre a mesa.

Fui na casa do André resolver um problema do trabalho.  Não sei que horas vou chegar, então não me espere. Beijos Te Amo!

Que ótimo eu ia ficar sozinha o único dia que eu tinha folga, decidi ir tomar um banho e comer alguma coisa.
Quando terminei , fui pro meu quarto e abri  meu “tesouro”.

Flashback On.

Micael: Uau você ta linda!- Ele falou ao ver ela  chegar na porta do prédio da mesma -
Sophia: Obrigada você também.
Ela  levava um vestido de flores soltinho, umas sandálias brancas , uma bolsa branca e tinha  o cabelo solto.
Eles foram  andando em silêncio até um parque, se sentaram  em um banco e  começaram a conversar.
Micael: Você nasceu aqui no Rio?
Sophia: Não eu nasci em São Paulo, mais vim trabalhar aqui. E você?
Micael: Eu nasci aqui, e moro  aqui mesmo, lá no Vidigal. Mora sozinha?
Sophia: Na verdade não eu moro com duas amigas a Lua e a Mel. E você?
Micael: Sim, antes eu morava com um amigo, o Arthur, mais ele foi pra Nova Iorque trabalhar.
Sophia: Que pena,  mais você gosta de morar sozinho?
Micael:  Gosto , até que é legal em um sentido , você tem a casa só pra você , não tem briga pelo controle da tv nem pelo programa que ta passando ,mais também é um poco ruim né  na hora de fazer as tarefas de casa ,na hora de pagar as contas e tal.
Sophia: rsrsrs verdade lá em casa é uma briga todo dia.
Micael: rsrsrs
E assim eles passam a tarde entre risadas. Na hora de ir embora Micael acompanha Sophia até a porta do prédio onde ela morava.
Sophia: Obrigada Micael por essa tarde maravilhosa.
Micael: De nada, mais obrigada a você por ter aceitado o convide.
Em um gesto rápido Micael da um selinho nela.
Sophia  fica vermelha.
Micael: Desculpa eu não devia ter feito isso.
Sophia: Não devia mesmo.
E assim ela entrou e subiu no elevador.

Flashback OFF.

Sophia passava os dedos nos lábios enquanto lembrava  desse momento.  E assim outra vez as lágrimas escorregavam pelo rosto dela, sem parar. Ela nunca mais sentiria os beijos dele. 

4 comentários: