Mudanças - Capitulo 37

Duas semanas tinham se passado desde que Branca e Carlos chegaram no Rio. Micael e Sophia estavam agarradinhos no sofa,Daniella e Ana brincavam e Chay ajudava Mel na cozinha.

 Mel: Sophia atende ai por favor - Falou ao escutar o som da campainha - 
Sophia: Ok! 
Sophia se levanta e vai atender a porta.
 Lua: Amigaaa!!!! 
Sophia: Oi Lua.
 Lua: Ih a coisa ta feia porque  nem o "oi " sai animado.
 Sophia: Boba. 
 Lua e Sophia se abraçam. 
 Arthur: Eu também to aqui viu! 
Sophia: Jura? Não me dei conta da sua presença. 
Arthur: Sei. 
Sophia: Vem cá seu bobo. 
Arthur abraça Sophia. Meia hora depois, os seis estavam sentados na mesa do apartamento de ChaMel.
 Lua: Eu acho que a Dani ia gostar mais da Cinderella. 
Mel: Rapunzel, ela gosta da Rapunzel gente. 
Arrhur: Porque não deixamos a menina decidir?
 Sophia: Minha filha é muito pequena pra decidir, então quem decide somos nós 
 Chay: Tudo bem então se decidam ai.
 Arthur: Que tal Minnei? 
Lua: Muito clássico.
 Micael: Frozen?
 Sophia: Ai que inteligente que é esse meu amor.- Selinho-
 Mel: Aii amorr a Dani vaii amaarr- Falou imitando Sophia- 
Sophia: Chataaa.
 Mel: Aii chataa.
 Sophia: Paraa. 
Mel: Ok ok.
 Chay: Então Frozen né, agora vamos conversar de outra coisa.
 Lua: Tipo?
Chay: Tipo a gente podia ir de férias depois do niver da Dani.
 Arthur: Boa muleke. 
Sophia: E a gente vai pra onde ?
 Micael: Praia.
 Lua: Yes!
 Sophia: Praia, jura? 
Micael: Sim amor, vai.
 Sophia: Tudo bem.
 Mel: Então praia. 
Sophia agora acariciava os cabelos da filha que assistia desenhos na cama de casal dos pais.
 Dani: Mamãe?
 Sophia: Fala princesa. 
Dani: A senhula não vai se sepalal mais de eu naum ne? 
Sophia: Não meu amor.
 Dani: Promete de dedinhu? 
Sophia: Prometo.
Mãe e filha unem os dois dedos mindinhos.
 A pequena sorri  e se vira  deixando  que a mãe voltasse a fazer carinho nela. Sophia colocava agora a filha dormida na cama quando recebeu uma mensagem. 
* Eu quero você só pra mim e farei o possível e o impossível pra te ter nos meus braços*
Era ele. Ela sentiu o medo se espalhando pela sua mente. Essa sensação disminuiu ao pereceber que dois braços fortes estavam fixos em sua cintura.
 Micael: Ela dormiu?
 Sophia: Sim, ela tava cansada. 
Micael: Que foi? 
Sophia suspirou e olhou o marido. 
Micael: Sophia?
 Sophia: Ele, ele me mandou essa mensagem.
 Micael leu a mensagem que Felipe tinha enviado para ela.
 Sophia: Mica, eu... eu 
 Micael: Ei, relaxa, ele não vai fazer nada porque eu não vou deixar, entendeu? 
 Sophia assentiu e Micael deu um selinho nela. 
Micael: Agora vem, vamo dormir porque já ta tarde. 
Sophia: Ok, vamos.
 A loira pegou a mão dele e os dois foram de mãos dadas pro quarto.
Já deitados na cama, Micael abraçava Sophia.
Sophia: Mica?!
Micael: Oi amor.
Sophia se vira e senta na cama com as pernas cruzadas, Micael senta também.
Micael: Que foi vida?
Sophia: A Dani  hoje me perguntou se eu ia ir embora de novo.
Lágrimas desciam pelo rosto dela.
Micael se aproximou e limpou as lágrimas.
Sophia: E depois o Felipe me manda essa mensagem e ainda tem a Andréia...
A loira começou a chorar e foi consolada mais uma vez pelos fortes braços de Micael.
Micael: Ei, calma, a Dani ela é uma criança ainda e ela faz esse tipo de perguntas como toda criança. E não se preocupa por aquele cara, eu te falei que ele não ia fazer nada não falei?
Sophia assentiu.
Micael: Então, e a Andréia, bom ela é a sua irmã e você vai ter que enfrentar ela, você pode enfrentar ela agora ou depois, mas eu quero que você saiba que eu sempre vou estar do seu lado.
Sophia sorriu diante das palavras de Micael.

6 comentários: