Mudanças- Capitulo 57 Bônus

Micael saiu  do banheiro apenas de toalha, vestiu uma cueca e uma calça curta e se deitou na cama. Fechou os olhos, a imagem dela estava ainda em sua mente. Aqueles olhos, aquele sorriso e aquele corpo que o levava ao delírio. Saiu do seu pensamento quando ouviu o celular tocando.

Ligação On
Micael:  Alô?
Suelen: Oi Micael, aqui a Suelen.
Micael: Aconteceu alguma coisa com a Dani?
Suelen: Não, até porque ela não veio hoje. Achei que ela tava doente e por isso você não tinha levado ela.
Micael: Não, hoje era a vez da Sophia.
Suelen: Ah ta, então eu vou ligar pra ela.
Micael: Não, deixa que eu falo com ela.
Suelen: Ta bom então, obrigada.
Micael: A você por me avisar.
Suelen: Tchau.
Micael: Tchau.
Ligação Off
Micael vestiu uma camiseta qualquer , pegou a chave do carro e foi embora em direção para casa de Sophia.
Sophia estava abraçada com Daniella quando a campainha tocou.
A loira se levantou e foi atender. Quando abriu  a porta se deparou com Micael de braços cruzados olhando para ela.
Micael: Você enlouqueceu de vez é isso?
Micael entrou no apartamento.Viu Daniella no quarto, deitada na cama e assistindo desenho. Sophia foi até a porta do quarto e a fechou.
Sophia: Desculpa?
Micael: A Daniella devia estar na escola em este momento.
Sophia: Mas ela não esta.
Micael: Você devia ter levado ela Sophia.
Sophia: Devia mas não levei, e tem mais nada vai acontecer se ela não for um dia.
Micael: Mesmo assim.
Sophia: Ai Micael para com isso você ta parecendo um velho.
Micael: Eu pelo menos me preocupo com a minha filha.
Sophia: E você acha que eu não?
Micael: Eu não fui embora quando ela tinha apenas 5 meses.
Sophia: Eu também não trai o meu marido com um membro da própria familia. E tem mais eu aposto que você não descobriu sozinho que ela não foi pra escola. Com certeza aquela coisa sem sal da Suelen te falou.
Micael: Falou sim e muito bem feito. Era o dever dela.
Sophia: E ela só tem o teu numero de telefone né? O meu ela não tem.
Micael: Sei lá se ela tem ou não.
Sophia: Ela devia ter ligado pra mim e não pra você.
Micael: Ciúmes Sophia?
Sophia: De uma garota que nem peito tem? Por favor né tem mais coisas com as que eu devo me preocupar.
Micael: Tipo?
Sophia: Tipo em te dizer mais uma vez pra você sair da minha casa.
Micael: Eu quero ver a minha filha.
Sophia: Hoje não. Ela acabou de descobrir que a gente não ta mais junto.
Micael: Você contou pra ela?
Sophia: Claro, a Dani não é mais um bebê ela deve saber das coisas.
Micael: Tudo bem, mas eu quero ver ela.
Sophia: Outro dia. Hoje não é dia de visita.
Micael: Isso é hospital agora pra ter dia de visita?
Sophia: Você entendeu agora vaza.
Micael: Ok, eu vou.
E assim ele foi até a porta e foi embora.
Em um belo sábado, Lua e Sophia conversavam na sala da casa de Lua quando o telefone de Sophia tocou.
Ligação On
Sophia: Oi?
Xx: Sophia?
Sophia: Sim sou eu, quem fala?
Xx: Renato, seu pai.
Sophia gelou no instante em que escutou a palavra “ pai”.
Sophia : E o que você quer?
Renato: Preciso muito falar com você.
Sophia: Mas é que...
Renato: Por favor, é muito urgente.
Sophia: Tudo bem, em que lugar a gente se encontra?
Uma hora depois....
O som do salto pisando o chão fazia com o que o silêncio daquela deserta rua do Rio de Janeiro não fosse tão silenciosa. Sophia caminhou até a porta do restaurante onde entrou. Lá dentro, viu seu pai sentado. Sorrindo para ela.
Sophia: Oi.
Renato: Oi Sophia. Senta.
A loira se sentou. Depois de seus pedidos chegarem Sophia começou a falar.
Sophia: O que era tão urgente mesmo?
Renato: Você precisa saber a verdade?
Sophia: A verdade? Que verdade?
Renato: A da sua vida. O que eu vou te contar não é conto, também não é historia mas são sim fatos reais porque eu vivi todos eles.
Sophia: Tudo bem, pode começar.
Renato: A tua verdadeira família não é essa. Eu não sou o teu pai e tua mãe não é a Branca.
Sophia: Como assim?
Renato: O nome da tua verdadeira mãe era Olivia. Ela era britânica mais foi criada no Brasil. Ainda me lembro dos cabelos loiros e os olhos azuis lindos que ela tinha. Eu nunca vi beleza tão extraordinária assim, até encontrar você claro. Eu era o médico mais famoso do grande hospital de São Paulo naquela época. Olivia tinha apenas 17 anos quando engravidou de você. Henrique, que era o teu  pai, estava com medo então ele foi embora do país. O parto dela foi normal mas demorou bastante. No mesmo corredor estava Branca que também estava sozinha só que ela tinha 23 anos. O bebê de Branca não sobreviveu, ela tinha problemas do coração então nós decidimos não dar aquela triste noticia pra ela. Conversamos com a tua mãe que não estava preparada para ter um filho e ela aceitou em te trocar pelo bebê que havia morto. Depois disso eu fiquei do lado de Branca e a gente simplesmente se apaixonou e bom o resto você já sabe.
As lágrimas rolavam pelo rosto de Sophia sem parar.
Sophia: Então quer dizer que eu sofri toda a minha infância em vão?
Renato: Sophia, eu vou ser muito sincero com você, eu só bebia e te batia porque eu vivia com a culpa de saber que a Branca não era a tua verdadeira mãe.
Sophia: E ela sabe disso?
Renato: Sabe.
Sophia: E a Andréia?
Renato: Também.
Sophia: Então quer dizer que todo mundo sabia menos eu.
Renato: Sim, mas a gente não te falou para que você não sofresse. Mas eu ainda tenho que te falar outra coisa.
Sophia: Fale.
Renato: Depois de ter você, Olivia depois de anos engravidou de novo.
Sophia: Então quer dizer que...
Renato: Sim, Sophia você tem uma irmã.
----------------------
E ai? O que acharam? Comentem por favor pra eu saber...

12 comentários: