Mudanças- Capitulo 67

Varias semanas depois...
Lua terminava de colocar o salto preto quando o telefone de Arthur tocou.
Lua: Amor estão te ligando!

Arthur: Atende ai Lua eu to ocupado.
Lua pegou o telefone e atendeu.
Ligação On
Lua: Fala Micael.
Mica: Oi pra você Lua.
Lua: Tudo bem?
Mica: Tudo. Vem cá, vocês estão prontos?
Lua: Quase, porque?
Mica: A Sophia vai chegar lá daqui uma hora e ...
Lua: Eu sei e esta tudo planejado então fica calmo.
Mica: Se alguma coisa der errado...
Lua: Vai dar tudo certo, agora vai ensaiar esse seu discurso pra não passar vergonha depois.
Micael: Para de besteira, qualquer coisa tu me liga?
Lua: Okey, agora tchau.
Micael: Nossa que amor,Lua.
Lua: Micael eu to atrasada, tenho uma festa surpresa que organizar em uma hora e você fica me enrolando.
Micael: Ta bom , então vou deixar você se organizar. Tchau
Lua: Tchau.
Ligação Off
Lua desligou e continuou colocando o salto.
Enquanto isso, no apartamento de Sophia...
Bruna penteava o cabelo de Daniella que estava sentada no chão brincando com o celular da tia. Sophia entrou na sala colocando um brinco na orelha.
Elas tinham sido convidadas por Micael para jantar em um restaurante para celebrar o aniversario de Sophia.
Sophia: Estão prontas?
Bruna: Quase.
Sophia: Se arrumem logo porque Micael chegará daqui pouco ta?
Bruna: Ok.
Enquanto isso, Mel vestia Ana Júlia no quarto da filha.
Mel: Ai como eu to linda mamãe.
Ana Júlia gargalhou  mostrando os poucos dentes que já tinha fazendo Mel sorrir.
Chay entrou no quarto colocando um relógio.
Chay: Prontas?
Mel: Sim, olha como eu to cheirosa papai.
Chay pegou a filha no colo.
Chay: Que coisa gostosa do papai
Mel: Igual a mamãe.
Chay e Mel riram e depois uniram seus lábios em um selinho que foi interrompido pela mão de Ana no rosto do pai.
Chay: Parece que alguém esta com ciúmes.
Os dois  riram, e assim, minutos depois, os três saiam pela porta em direção ao carro.
Micael, encostado no carro, olhava como Sophia vinha até ele acompanhada de Bruna que tinha ao lado Daniella de mãos dadas.
Sophia usava um vestido vermelho, um salto alto preto e uma bolsa vermelha também. O cabelo loiro estava solto e chegava  não mais da cintura. A maquiagem era forte. Os lábios carnudos destacavam pelo vermelho que ela levava. Os olhos azuis bem definidos. Ela simplesmente estava radiante.
Do lado, Bruna vestia uma blusa verde junto com uma saia branca os  cabelos castanhos estavam presos em uma trança lateral longa. A adolescente levava uma sandália verde  e uma bolsa branca. A maquiagem de Bruna era leve, uma sombra verde e um gloss rosa.
Daniella usava um leggin amarelo junto com uma blusa preta. A blusa tinha um bordado embaixo e também vários detalhes amarelos. O cabelo estava preso por varias presilhas amarelas e pretas. O sapato era uma sapatilha preta.
Sophia sorriu ao chegar do lado de Micael.
Bruna: Ta gatinho hein Mica.
Micaael usava uma camisa vermelha com uma americana preta. Os cabelos castanhos estavam penteados perfeitamente de lado.
Micael: Obrigada Bru, vocês também estão lindas!
Bruna: A gente sabe!
Todos riram ali. Micael dirigia tranquilo, Sophia olhava pela janela, Bruna cantava a música que estava tocando no radio e Daniella brincava com seus próprios pés. Depois de meia hora, Micael estacionou o carro diante da porta de um restaurante porém as portas e janelas estavam fechadas.
Micael: Chegamos
Sophia: Mas Mica, esse restaurante esta fechado.
Micael tirou uma chave do bolso e mostrou pra Sophia.
Micael: Esta fechado porque eu tenho a chave.
Sophia sorriu .Os quatro saíram do carro e foram até a porta. Micael a abriu e já dentro ligou a luz do restaurante. Em apenas segundos todas as pessoas ali presentes gritaram “ Surpresa” . Sophia olhava todos de boca aberta.
A decoração era linda. Era tudo vermelho e branco. Tinha um pequeno palco no final da grande sala. As mesas eram todas brancas e as cadeiras vermelhas. Em um lugar da sala, uma grande mesa repleta de doces e salgado. Em meio de tudo um grande bolo vermelho e branco. No  topo mais alto, uma grande “S”.
Sophia: Meu Deus isso , isso é lindo!
Chay: Nos já sabemos.
Todos os presentes ali riram. Depois de todo mundo cumprimentar e felicitar Sophia estavam todos sentados em suas respectivas mesas. No palco, uma figura feminina, os cabelos eram loiros e cacheados e não passavam dos ombros. Levava um vestido azul marino que ressaltava sua cor de pele natural.
Lua: Atenção, atenção. Estamos aqui reunidos nessa noite, para celebrar o aniversario de uma pessoa muito especial para todos nós, Sophia.
Os olhares agora estavam focados na loira do vestido vermelho.
Enquanto Lua falava várias fotos passavam pela tela que ela tinha atrás.
Lua: Bom, Soph, a gente se conhece de faz tempo, muito tempo. Pra quem não sabe, eu conheci a Sophia em São Paulo. Era um dia de chuva e ela entrou molhada no restaurante da minha mãe. Só de olhar nela, eu já sabia que ela ia trazer problemas e na verdade foi assim que aconteceu- Risos- Minha mãe te ofereceu um trabalho como garçom e você aceitou. Depois de tempo você conseguiu alugar seu próprio apartamento e digamos que por uma vez em casa ouve paz- Mais risos- Gente ela brigava muito com a minha irmã.- Todos os presentes ali riram mais uma vez- E quem diria que agora, depois de ter conhecido a Mel que era um caso, nós três estamos casadas e com filhos. Eu só desejo para você uma vida iluminada, você vai precisa-la  cheia de alegria paz e amor.  Feliz Aniversário. Te amo muito.
Sophia secou as lágrimas e mandou um beijo no ar para Lua. Quando Lua desceu do palco Chay subiu. E assim todos foram subindo, Mel, Arthur, Bruna, amigos da infância, da faculdade, companheiros de trabalho e mais, até que chegou a vez de Micael.
Micael: Oi a todos, boa noite. Eu nunca fui bom em discurso e a coisa complica quando o discurso é para a pessoa que você mais ama.  Eu estou aqui hoje para contar uma historia para vocês. Eu gostaria que uma pessoa subisse aqui hoje comigo. Sophia, por favor- Sophia se levantou e foi até o palco, Micael pegou em sua mão- A historia que eu vou contar hoje é a nossa historia- Micael olhou para Sophia-  Eu sempre fui galinha, pegador, eu usava as mulheres como quem usa um cotonete, pega, usa, e joga fora.- Risos- Eu não sabia o que era a paixão e muito menos o amor. Em um desfile, eu conheci a Sophia. Depois disso a gente foi se conhecendo até que eu me apaixonei por ela. Eu não sabia como mais meu coração latia muito mais rápido quando estava do lado dela, minhas mãos suavam e tudo mais. Quando eu tive a coragem suficiente pedi ela em namoro, para a minha surpresa ela aceitou. Essa sensação aumentou por 10  mil vezes mais quando a pedi em casamento. E ela voltou a aceitar. Depois de meses de casados ela me deu a maior noticia possível. Ela estava grávida. A gente discutiu, apostou e até brigou por se ia ser menina ou menino. Ela acabou ganhando. Ainda me lembro  das palavras” Eu falei, eu avisei que ia ser menina, você que não acreditou em mim”- Micael imitou Sophia e todos riram- Daniella nasceu forte e saudável. E por circunstâncias a gente acabou se separando- Micael voltou a olhar Sophia que já chorava- Você foi embora e eu te odiei por isso. Me envolvi com outra mulher e tentei te substituir da vida da nossa filha, que era o que eu queria tirar de mim, a tua presença. Mas, você voltou dois anos depois e a gente voltou. Faz quase um ano você sofreu um acidente de carro que te deixou em coma. E eu ,eu fiz a pior coisa da minha vida, você sabe. Porém eu, hoje, diante de todos e todas presentes te peço desculpas, eu não queria te machucar. Você sabe. Sophia eu te amo desde o primeiro instante que eu te vi. Eu amo quando você sorri, eu  amo quando você fica brava, amo quando você rir, quando você brinca. Amo você como esposa, como mulher, como mãe do nosso futuro time de futebol, como filha, como irmã- Bruna sorriu- Eu simplesmente Te amo. E por isso, hoje eu te peço desculpas mais uma vez.- Em  este momento, Bruna acompanhada de Daniella entregaram para Sophia um buque enorme de flores vermelhas.- Eu sinto falta do  teu cheiro, da tua voz, do teu corpo. Volta pra mim?
Sophia soltou a mão de Micael e se aproximou dele. Colocou a mão em sua nuca e o trouxe para si mesma para beija-lo. Bruna sorriu e todos ali aplaudiram.
Sophia: Claro que eu volto- Falou sussurrando no ouvido de Micael-
Micael: Eu te amo- Falou em meio o sussurro-
Sophia: Eu te amo muito mais.
Depois dessa declaração de amor Sophia e Micael desceram do palco. Todos cantaram o famoso Parabéns para Sophia que repartiu o bolo. E foi assim que a festa foi passando, todos ali riam e brincavam um com os outros. Já tarde, só estavam a família de Micael, LuAr, ChaMel, SoMic, Bruna e Daniella.
Bruna se levantou e foi até o banheiro que era no andar de cima. Dentro, ela passou o gloss de novo e arrumou a trança. Quando ela saiu sentiu como alguém a pegava pelo braço.
Luan: Eu te procurei a festa inteira.
Bruna: Então não procurou direito.
Luan: Você me evitou.
Bruna: Eu fiquei no me canto que é diferente.
Luan: Você ta chateada comigo?
Bruna: Você ainda pergunta? Eu fiquei esperando sua ligação.
Luan: Eu queria te ligar mas tava com medo
Bruna: Medo do que?
Luan: De você não atender.
Bruna: Se eu falei pra você me ligar é porque eu ia te atender.
Luan: Desculpa, então.
Bruna: Tudo bem.
Luan: Você ta linda hoje.
Bruna Obrigada, você também ta.
Luan se aproximou de Bruna e pegou em sua mão. A adolescente imediatamente a soltou.
Bruna: Eu acho melhor não, se a Amanda saber ela não vai gostar.
Luan: Eu não to mais com ela.
Bruna: Você terminou com ela? Coitada...
Luan: Coitada nada, ela era muito chata e muito ciumenta. E eu to afim de outra garota.
Bruna: Ah, bom pra você e pra ela.
Luan: Bruna a garota é você.
Bruna: Eu?
Luan: Sim. Você gosta de mim?
Bruna: Eu, gosto.
Luan sorriu e se aproximou dela, colocou as mãos em sua cintura e a puxou para mais perto de si. Um sentia a respiração do outro. Os olhos castanhos dele estavam fixos nos verdes dela. Luan puxou Bruna pra mais perto e a beijou, a garoto colocou suas mãos nos cabelos castanhos dele.

Para o que eles era um simples beijo, para a família Abrahão Borges era  todo um desafio .

21 comentários: