Destinos Cruzados - Capitulo 2

Cheguei em casa por volta das oito da noite, quando abri a porta do apartamento não tinha ninguém. Miguel já tinha chegado e deveria ter levado Rocky para passear. Deixei a minha bolsa encima da cama e fui pro banheiro.
  Tirei o vestido e o salto preto. Juntei meu cabelo em um coque e entrei debaixo do chuveiro. Dei um grito quando a agua saiu gelada. Peguei uma toalha e me enrolei nela.  Sai do banheiro e fui até a sala onde me encontrei com a figura do meu marido.
Sophia: Ai que susto Miguel !!
Miguel: Nossa Soph  eu nem sou tão feio assim.
Sophia: Claro que não meu amor, você é lindo- Falei me aproximando dele e juntando  os nossos lábios-
Miguel: E o que você esta fazendo de toalha?
Sophia: A agua quente não funciona.
Miguel: Vou falar com aquele inútil do porteiro.
Sophia: Henrique.
Miguel: Que?
Sophia: Ele se chama Henrique ,Miguel , e ele não é inútil.
Miguel: Se ele não fosse a agua quente estaria funcionando.
Eu amo o Miguel mas as vezes ele tem um desprezo as pessoas que não tem a mesma classe social que a nossa e ainda mais se não da mesma cor da nossa pele.
Dez minutos depois eu já estava debaixo do chuveiro tomando um banho, a agua estava tão boa que eu queria ficar lá dentro por horas. Sai do chuveiro e me enrolei na toalha.
Fui até a cômoda que estava no quarto e coloquei meu pijama.  Quando cheguei na sala Miguel já tinha colocado a mesa e para a minha surpresa a comida  cheirava  muito bem.
Sophia: Comida japonesa?
Miguel: Sua predileta.
Me sentei na mesa  e Miguel também. Pequei os cobertos tradicionais  japoneses  e comecei a comer.
Sophia: Foi você que fez?
Miguel: Não, mas mandei fazer.
Comecei a rir assim como Miguel. Depois da janta, os dois tiramos a mesa.
Sophia: Estava uma delicia.
Miguel: Darei seu elogio ao chef.
Os dois começamos a rir ,Miguel me abraçou e me beijou.
Miguel: Pronta para a sobremesa
Sophia: Acho que sim.
Miguel me pegou pela mão e me levou até o quarto, enquanto ele tirava seu relógio eu me deitei na cama. Segundos depois ele já estava sobre mim beijando meu pescoço.
Miguel: Você sabe que eu amo seus pijamas, mas eu gosto mais quando você esta sem eles.
Eu não falava nada, apenas passava minhas mãos pelo cabelo dele. Miguel retirou a minha blusa e senti como sua boca descia até um dos  bicos do meu peito. Minha mão passou a estar em suas costas que arranhava fortemente.
Miguel: Calma princesa, ainda temos toda a noite- Sussurrou em meu ouvido-
Miguel retirou minha calça e mordeu minha coxa, o que me fez arrepiar. Miguel sorriu e com delicadeza retirou minha calcinha. 
Senti como de repente um de seus dedos entrou em minha intimidade o que me fez gemer. Miguel me beijava enquanto movia seu dedo dentro de mim. Eu gemia em sua boca e ele gostava disso eu percebia já que cada vez  seu dedo ia mais e mais dentro da minha intimidade.
Em segundos desci minha mão até a calça de Miguel e a retirei junto com sua cueca.
Miguel: Apressada- Falou em meu ouvido-
Senti como Miguel mordia o lóbulo da minha oreia o que fez que eu me arrepiasse de novo . Tudo isso acontecia enquanto Miguel tinha seu dedo ainda dentro de mim.
Miguel : Pronta?- Eu assenti. Senti como tirava seu dedo dentro de mim e se ajeitava para colocar seu membro-
Miguel estocou devagar seu membro em minha intimidade. Ele ia cada vez mas rápido o que fazia que minha tensão aumentasse. Ele afundou tudo de uma vez  e depois o retirou. Voltou a colocar seu membro dentro de mim e o voltou a tirar. Foi assim durante umas vezes até que os dois gozamos ao mesmo tempo.

Miguel se deitou do meu lado e beijou minha testa. Depois me tampou com o cobertor . Foi uma noite maravilhosa.

4 comentários: