Destinos Cruzados- Capitulo 12

Os braços de Micael estavam em minhas costas e as minhas em seus ombros. Me separei dele e os dois nos sentamos na cama.

Micael: Fala a verdade Sophia, não foi você quem matou o Miguel. Eu escutei o seu gemido de dor. Quem foi?
Sophia: Eu não sei – Minha voz era trémula
Micael: Você precisa parar de se culpar.
Sophia: Eu tenho que ir.- Me levantei com a camisa nas mãos e fui caminhando até sair do quarto. Ouvi a voz de Micael me chamar.
Micael: Sophia.
Me virei e vi ele, agora de pé  diante da cama olhando para a camisa que tinha nas mãos.
Micael: Você não pode levar a camisa.
Assenti e fui até onde ele estava, e coloquei a camisa de Miguel em suas mãos. Sai do quarto e em segundos também do apartamento.
Entrei no elevador sem apenas olhar para trás. Quando cheguei na portaria vi Henrique. Ele olhou para mim com uma feição de dó. Senti os braços dele me abraçando fortemente.
Henrique: Vai sair tudo bem minha menina.
Assenti, meus olhos estavam começando a ficar marejados então me separei de Henrique. Ele me deu um beijo na testa e eu fui embora.

Cheguei no hotel as uma da tarde, depois de tomar um banho e vesti uma roupa confortável me sentei na cama e olhei as mensagens. Meu celular tocou. Era a minha mãe.
Ligação On
Sophia: Oi mãe.
Branca: Oh minha filha, como você ta? O que aconteceu? Porque vocês se separaram?
Sophia: Hã??
Branca: Eu fiquei sabendo que você e o Miguel terminaram.
Sophia: Quem te disse isso mãe?
Branca: Isso não interessa Sophia.
Sophia: Claro que interessa porque é mentira.
Branca:  Então o que...
Sophia: O Miguel foi assassinado mãe.
Ouvi um pequeno grito de espanto vindo pela parte da minha mãe.
Branca: Amanhã eu estou chegando ai minha filha.
Sophia: Mãe, não precisa. Eu estou bem.
Branca: Eu falei que amanhã estou ai.
Ligação Off

E o que pensei que era apenas um sonho ruim, agora se tornou um pesadelo. E não era qualquer pesadelo. E sim daqueles que você não sabe quando vai acordar...

2 comentários: