Destinos Cruzados - Capitulo 20

As mãos  de Micael estavam entrelaçadas um pouco acima da minha cintura. Eu continuava sentindo aquele cheiro maravilhoso, até que decidi me separar.

Ele separou as mãos e me deixou entrar no apartamento.
Micael: Eu vou te mostrar o que será o seu quarto, pode ser?
Sophia: Claro.
Ele me acompanhou até um corredor onde tinham várias portas brancas. Ele caminhou até a primeira porta a direita e eu o segui. Assim que ele abriu a porta eu fiquei surpresa. Aquele quarto era muito lindo.
Assim que entrei no quarto, me deparei com um dos dois criados mudos que estavam ali, no meio destes dois, tinha a grande cama de casal coberta por um cobertor floral. Em cada criado mudo tinha um abajur branco coberto por uma renda branca.
De frente pra cama, tinha um armário branco, e as portas eram cinzas.  Reparei pela estrutura do armário que as portas eram aquele tipo de porta de abre e fecha. Uma porta branca do lado do armário me fez imaginar que seria a porta do banheiro. Do lado da porta do banheiro, quase atrás da porta que eu tinha acabado de passar tinha uma cômoda que fazia jogo com o armário. No fundo, tinham umas cortinas cinza colarinho.
Micael: Gostou?
Sophia: Você que fez esse quarto?
Micael: Ele era da minha irmã pequena.
Sophia: E cadê ela?
Micael: Ela morreu.
Sophia: Nossa Micael, sinto muito.
Micael: Não tranquila. Ela tinha uns 16 anos quando descobrimos que ela tinha leucemia, e 4 meses depois ela faleceu. Ela dormia aqui quando saía do hospital. 
Vi como ele abaixava a cabeça.
Sophia: Você quer conversar comigo sobre isso?
Micael: Não, vou deixar você descansar.
Sophia: Tudo bem, qualquer coisa você pode me chamar.
Micael riu.
Sophia: Eu falei alguma coisa engraçada? - Eu disse sorrindo-
Micael: Não, só que eu deveria te falar isso, não você falar isso pra mim. O meu quarto fica frente o seu ta bom?
Sophia: Ta bom.
Ele me olhou e saiu do quarto ainda me olhando, assim que ele fechou a porta, eu coloquei a mala em cima da cama e coloquei todas as minhas roupas no armário. Depois, me deitei na cama e fechei os olhos. Ali começava uma história  que talvez eu começasse a escrever junto com Micael.

8 comentários: