Destinos Cruzados - Capitulo 24

As portas se abriram e eu me separei de Micael ao ouvir uma voz atrás de nós:
Claudia: A juventude de hoje está perdida mesmo.

Eu vi uma mulher de cabelos castanhos na minha frente. Ela devia ter uns 60 anos, pelos rasgos da pele.
Ela entrou no elevador e eu sai junto com Micael. Assim que as portas se fecharam de novo eu comecei a rir.
Micael: Eu te juro que não vejo a graça.
Sophia: A sua cara - Eu ri mais alto ainda ao lembrar da cena- Ela foi muito engraçada.
Micael: Eu não achei.
Sophia: Ai Mica para de ser chato.
Nós entramos no apartamento e eu continuei rindo.
E assim, as semanas foram se passando e eu comecei a sentir algo forte por Micael.
Um sábado a tarde eu estava vendo um filme na televisão enquanto Micael mexia no celular. 
Sophia: Mica?!
Micael: Hum.
Sophia: Quero comer bolo.
Micael: Come uai.
Sophia: Não tem mais.
Micael: Compra.
Sophia: To com preguiça.
Micael. me  olhou.
Micael: Você quer que eu faça o que?
Sophia: Nada. Seu grosso.
Eu me virei e continuei vendo o filme. Ouvi Micael suspirar.
Micael: Eu faço pra você, se você me ajudar.
 Eu me levantei e puxei Micael.
Micael: Calma, Soph.
Nós fomos até a cozinha e começamos a fazer o bolo. Quando eu estava colocando a farinha, sem querer, derrubei  na blusa de Micael.
Micael: Não acredito nisso Sophia.
Eu começei a gargalhar.
Sophia: Foi sem querer.
Eu vi Micael pegar um pouco de farinha com as mãos e em segundos eu estava correndo dentro do apartamento.
Micael : Vem aqui Sophia!
Eu balancei a cabeça negativamente e continuei correndo. Eu estava tão ocupada tentando que Micael não me pegasse  que tropeçei e cai em cima do tapete.
Micael me estendeu a mão, e ao pegar ele, encheu com a outra mão meu rosto de farinha.
Sophia: Micael!!
Micael: Eu só devolvi a brincadeira.
Ele me levantou do chão e eu tentei tirar a farinha do meu resto. Senti sua mão na minha bochecha retirando a farinha e olhei pra ele. Vi como Micael se aproximava aos poucos e em segundos seus lábios estavam juntos com os meus, unidos em um beijo intenso e ofegante.
Senti as mãos de Micael dentro da minha blusa. Eu acariciei as costas dele com as mãos. Não sei como mas em um certo momento eu estava no quarto de Micael. 
Ele estava sobre mim, minha blusa tinha voado e Micael me beijava com fúria. Ele desceu suas mãos até minha calça e a retirou enquanto me beijava. Ele retirou a calça dele junto com a cueca e segundos depois minhas roupas intimas estavam em algum  lugar do quarto.
Micael: Você esta pronta? -Micael disse enquanto acariciava minha coxa direita.
Sophia: Estou - Eu disse esperando que o momento chegasse.
Senti o membro de Micael entrando em mim e ele começou a beijar o meu pescoço. Quando a gente terminou, ele me beijou e me cobriu com um edredom.
E foi assim que eu dormi, ao lado do homem que eu estava começando a amar.


4 comentários: