Inevitável - Capitulo 47

- O que vocês vão fazer agora? - Minha mãe perguntou assim que nós nos afastamos deles.
- Não sei! - Disse confusa, me sentando na cadeira, na cozinha.
- Como não sabe, Sophia? - Ela era rude. - Luiza esta de volta, vai querer o Micael.

- Micael não é um objeto, mãe. - Disse grossa.
- Mas é, legalmente, marido dela. - Sorriu.
- Por que tá fazendo questão de jogar isso na minha cara? - Ergui uma sobrancelha.
- Porque sempre disse que era besteira vocês dois ficarem juntos! - Ela sorriu, vitoriosa.
- Chega Branca. - Meu pai interferiu.
- Por que vocês estão discutindo? - Felipe nos questionou.
- Por nada, amor. - Eu falei rápido e me levantei, andando de um lado para o outro.
- Sossega, Sophia. - Meu pai disse. - Fazer um buraco no chão da minha cozinha não adianta muita coisa.
- Nossa, vocês são os piores pais que já existiram na face da terra. - Eu falei, um pouco alto e realmente esperava que eles não fosse capazes de ouvir.
- Para de exagero, sempre alertamos vocês. - Minha mãe jogou na cara mais uma vez.
- Só que eu o amo, não dava pra deixar pra lá. - Respondi, lagrimas involuntárias escaparam. - A Luiza ficou fora por quase quatro anos. Ela estava morta.
- Não tá feliz que minha mãe voltou? - Felipe me olhou da cadeira que estava sentado.
- Claro que estou, querido! - Tentei sorrir - Não poderia estar mais.
- Está chateada com ela ir pra casa com a gente? - Ele perguntou e eu fiquei com raiva.
- Ela não vai pra casa com a gente. - Disse grossa e minha mãe sorriu. Felipe se assustou. - Me desculpa, Felipe. - Ele não disse mais nada.
- Tem certeza, Sophia? - Minha mãe rapidamente tentava plantar a discórdia. - Espia.

A cozinha embora fosse longe tinha visão direta para a sala. Minha mãe se aproximou da porta e abriu uma fresta, sorriu quando voltou a me olhar. Eu então contrariando todos os meus instintos olhei também.
A cena que vi não foi nem um pouco agradável, Micael estava agora sentado bem próximo a Luiza e os dois se abraçavam, ver aquela cena doeu demais e não consegui ficar olhando por muito tempo. Fui me sentar na cadeira mais longe e abaixei minha cabeça sobre a mesa.
Eu sempre soube que Luiza era o grande amor de Micael, mas saber que agora que ela voltou eu teria que suportar vê-los se amando e felizes me embrulhava o estomago. Num dia tudo está bem, no outro, tudo um caos. Eu queria simplesmente abrir mão de Micael e deixa-lo ser feliz com a minha irmã, que ainda deve ama-lo. Mas eu não consigo e me culpo mentalmente por isso. A ideia de ser trocada, de ser substituída é tão angustiante. Mais ainda é não saber se isso vai acontecer, se o amor que ele desenvolveu por mim é maior do que o que ele tem por ela. Eu precisava conversar com ele, saber o que estava passando na cabeça dele, mas não podia, porque a senhorita Luiza, preferida por todos estava com o meu namorado e ela era a prioridade. Sempre foi, pra todos. A filha preferida, a neta preferida, a namorada preferida.
Levantei a cabeça e soquei a mesa com força fazendo um barulho alto. Minha mãe me olhou assustada.

- Precisa disso, Sophia? - Ela me olhou com olhos arregalados.
- Me deixa, mãe. - Eu disse e me levantei, com vontade de sair por aquela porta e avisar a Luiza que o Micael agora era meu. Mas ao contrario disso, eu apenas sai e passei direto pro meu quarto sem dizer mais nada.
Passei pelos dois que ainda estavam abraçados ou estavam se abraçando de novo, sei lá. Eles me viram passar, mas não falei nada apenas subi. Não estava afim de olhar nos olhos dele enquanto finalmente podia abraçar a mulher que sempre amou, então fui para o meu quarto e tranquei a porta, não queria ver ninguém e nem saber de ninguém, só queria um lugar em que as lagrimas rolassem sem preocupação de alguém ver ou me julgar, e meu quarto era perfeito pra isso.

10 comentários:

  1. Com todo respeito a situação que é simplesmente uma bagunça ,mas a mãe da Sophia só por um minuto não podia pensar que ela tem outra filha além da Luiza? Mulher complicada oua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a mãe da Sophia prefere a Luiza :(

      Excluir
  2. Não quero que as irmãs briguem, só quero que a Sophia seja feliz agora que ela teve uma oportunidade das coisas darem certo, desmoronou tudo de uma vez sobre ela

    ResponderExcluir
  3. Mmmmaaaaaiiiiiissssss

    ResponderExcluir
  4. +++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  5. Tadinha da só n merece isso ;/

    ResponderExcluir