A pianista - Capitulo 6


Imagen relacionada


Manchester, Reino Unido, 9 de Janiero de 2015
POV'S SOPHIA
Faz dois meses desde que eu e Noah terminamos. Ele estava na balada VIVA quando eu e o Cam nos beijamos. Ele apareceu do nada batendo palmas e gritando como um louco. Um louco com razão

Inevitável - Capitulo 120

Comecei a catar minhas roupas pra vestir, mas tive tempo de ver Micael puxando Emily e a balançando demais. Eu sabia que ela ia golfar, mas não adiantava avisar, Micael sempre fazia aquilo.
- Ela acabou de mamar, não a balança assim. - Repreendi mesmo sabendo que seria inútil.

Inevitável - Capitulo 119

- Está louca? - Foi a unica coisa que me disse.
- Não, estou falando super sério.
- Sophia, não acho que você está em posição de querer exigir alguma coisa. - Me olhou com a testa franzida.

Inevitável - Capitulo 118

- Olha, eu sei que errei, mas ele tá exagerando! - Reclamei ao telefone com minha amiga Lua.
- Sophia, se você espera que eu fique ao seu lado...
- Lua, você é minha amiga, tô te ligando pra você dizer que eu tô certa. - Disse histérica e eu podia saber que ela teria rolado os olhos no telefone.

Inevitável - Capitulo 117

- Oi. - Disse tímida enquanto entrava no quarto.
- Oi. - Respondeu seco encarando o celular.
- Está bem? - Eu realmente não sabia o que dizer. Era mais fácil esperar que ele gritasse comigo do que isso.

Inevitável - Capitulo 116

- O que está fazendo aqui? - Lucas perguntou com uma expressão estranha.
- Mamãe! - Felipe saiu de perto de Lucas e foi abraçar a mãe.
- Meu filho mora aqui. - Ela respondeu sem dar muita ideia e se abaixou pra abraçar o filho. - Não que eu lhe deva satisfação.

A pianista - Capitulo 5


Resultado de imagen de cica  tumblr cama

Manchester, Reino Unido, 4 de Novembro de 2014
POV'S SOPHIA
O carro da familia Wells vai embora as três da tarde.

Inevitável - Capitulo 115

- Não tem nada, Sophia. - Se jogou no sofá. - Não tenta virar o jogo desconfiando de mim.Você que estava ai cheia de papinho pra cima do cara.
- Me respeita. Você pode estar com raiva por todos os motivos, mas não tem direto de me tratar assim. - Por causa do meu tom alto, Emily se assustou e começou a chorar. Micael estendeu os braços pedindo ela, eu a entreguei.

A pianista - Capitulo 4

Este capitulo é hot se não gostar por favor não leia.

Imagen relacionada

Utah, Estados Unidos, 3 de Novembro de 2014
POV'S MICAEL
Caminho até a saída do Tsunami e vejo como Chay ainda insiste em ter o número  de telefone da garçom. 

Inevitável - Capitulo 114

- Agora veja se não é a mais bela esposa do meu melhor amigo. - Aquele cara tinha um sorriso irritante nos lábios e eu bufei.
- Você é doente, só pode. - Virei as costas e fui andando pra sala. Ouvi a porta sendo fechada e ele atrás de mim.

Inevitável - Capitulo 113

- Não tem nada acontecendo aqui. - Luiza deu de ombros.
- Aham, e eu agora sou cega pra não perceber o Micael irritado com você Luiza. - Falei brava e Micael suspirou.

A pianista- Capitulo 3












Manchester, Reino Unido,3 de Novembro de 2014
POV'S SOPHIA
Ainda com o roupão de banho e ao som de Stitches de Shawn Mendes seco o meu cabelo com meu secador de cabelo cinza.

Inevitável - Capitulo 112

- O que foi? - Sophia perguntou assim que eu cheguei. - Não me da uma noticia ruim
- O nome do Felipe continua sendo Borges e a guarda dele ainda é minha. - Ela suspirou aliviada.
- Então por que está com essa cara? - Se aproximou e colocou as mãos no meu rosto.

A pianista- Capitulo 2

Resultado de imagen de soldados saludando

POV’S MICAEL
Flahback ON
— Abra a porta sua imprestável! — Mamãe me escondeu trás o sofá e me indicou com o dedo que ficasse calado— Eu irei acabar com sua raça se você não abrir a porta Rosana!


A pianista - Capitulo 1

Resultado de imagen de taza y lluvia                                   











Nova Orleans, 10 de Outubro de 2016
     ­Alguém fala para essa garota que começamos a tocar em Do maior? — Micael gritou para os amigos que o olharam espantados.

A pianista - Sipnose

Oiiii a todas!!! Eu sou a Victoria pra quem não me conhece eu escrevi faz dois anos atrás ( se eu não me engano rsrs) a web Mudanças aqui no blog da Caah

Inevitável - Capitulo 111

A vida de Sophia e de Micael não podia ser melhor. Ele já tinha realmente voltado ao trabalho de forma integral, Sophia ficava com as crianças e a noite eles se amavam. Tinham sempre a visita de ambas as famílias e assim eles foram levando a vida. Mas como tudo que é bom dura pouco, tinha chegado a data da audiência com Lucas, sobre Felipe.

Inevitável - Capitulo 110

Nós mobiliamos a casa toda e depois de um longo mês, finalmente estávamos de mudança pra nossa casa. As malas já estavam prontas e todo mundo estava ajudando a gente levar para o carro. O berço da nossa filha e a nossa cama já estavam na casa nova, então só tinha sobrado roupas pra levar.

Inevitável - Capitulo 109

- Eu simplesmente amei essa casa. - Disse olhando com detalhe todos os cômodos. A casa tinha dois andares, tês quartos e um banheiro na parte de cima; Sala, cozinha, sala de jantar e outro banheiro embaixo. Alem de uma varanda linda e um quintal imenso. Parecia muito fora da nossa realidade.
- Então vamos comprar! - Micael sorriu pra mim e eu vi seus olhos brilharem.

Inevitável - Capitulo 108

- Não acredito que a Luiza fez isso! - Micael disse ainda olhando para o papel, eu só sorri.
- O que eu perdi? - Jorge se aproximou de nós.
- Luiza devolveu o dinheiro da casa. - Ele deu de ombros.

Inevitável - Capitulo 107

- Olha o lado positivo, pelo menos ela não fingiu estar morta. - Ele riu com o nível da piada.
- Você tem um humor absurdo. - Ele negou com a cabeça.
- Melhor rir do que chorar. - Dei de ombros e então observei Sophia vindo com a neném. - Olha, o neném do papai. - Falei com a voz fina e a Sophia me entregou com um sorriso.

Inevitável - Capitulo 106

- Ei, amorzinho! - Disse assim que subi para a cama, ele me olhou de forma carinhosa.
- Que isso, Sophia? - Disse rindo assim que eu me sentei no colo dele.
- Ué, não posso? - Sussurrei ao seu ouvido.

Inevitável - Capitulo 105

- Acho que não temos nada pra conversar. - Marlon disse frio e distante.
- Não é possível que você tenha me esquecido assim... - Falei com a voz carregada pelo choro.
- Não, é claro que não. Eu amo você. - Eu sorri, mas a expressão dele era triste. - Mas como meu irmão sempre disse, nosso namoro foi um erro.

Inevitável - Capitulo 104

- Eu não acredito que aquele cara fez isso. - Ele esbravejou.
- Micael, o Felipe está a mesa. - Eu disse e ele olhou o menino que estava atento aquilo tudo. Se levantou e foi pra fora, eu o segui correndo. - Ei, calma.

Inevitável - Capitulo 103

Eu entrei no quarto meio apreensivo, não sabia o que esperar dessa conversa, mas sabia que seria extremamente dolorosa. Felipe estava sentado na cama, encostado na parede com cara de confuso, mas graças a Deus não tava chorando, não ia conseguir me conter se estivesse.

Inevitável - Capitulo 102

Acordei ás sete horas com Emily chorando, provavelmente com fome. Olhei para o lado e vi Micael dormindo, então levantei rápido para que ele não acordasse com o choro da nossa filha. Passei pela sala e não vi a Luiza no sofá, ou milagrosamente ela já tinha se entendido com Marlon, ou já tinha ido embora.

Inevitável - Capitulo 101

- Micael, não vira sua raiva pra mim. - Respondi calmamente.
- Só te fiz uma pergunta.
- Pelo amor de Deus, não briguem por causa disso também. - Luiza se levantou e se pôs entre nós.
- Olha, ela agora zela pelo nosso relacionamento. - Micael debochou.

Inevitável - Capitulo 100

- Micael, mantenha a calma. - Disse mais uma vez e ele suspirou.
- Desculpa, mas é impossível.
- Olha, Micael... - Luiza tentou começar, mas ele logo interrompeu.

Inevitável - Capitulo 99

- Ué, pensei que era sem briga, Micael! - Marlon debochou do canto.
- Cala a boca, Marlon. - Ele disse com raiva. - Continua. - Lucas estava com a mão no queixo e um sorriso no rosto. Se divertindo, claramente.

Inevitável - Capitulo 98

Luiza narrando:

Quando sai do quarto de Sophia e Micael a noite, eu esperava ver Marlon ainda na sala me esperando, mas não foi o que aconteceu. Infelizmente, só Lucas estava ali e eu estava com medo de que ele me agarrasse ou fizesse qualquer outra coisa.