Futuro Planejado - Capitulo 24

Depois do banho nós descemos pra almoçar. Esmeralda nos serviu e se retirou.
- Vamos jantar fora?
- Por que? - Perguntei surpresa.
- Ué, acho que temos que comemorar.

- Acho mais interessante fazer isso aqui. - Olhei pra ele tentando fazer cara de safada.
- Ai Sophia, você tá me dando uma canseira sabia?
Eu ri, gargalhei.
- Nós só fizemos de manhã.
- Foi quase agora!
Ele disse rindo.
- Tudo bem, se não aguenta pede reforço.
Eu disse ainda sim e ele fechou a cara.
- Essa brincadeira não teve graça.
- Desculpa... Não foi a intenção...
Eu disse um pouco arrependida.
- Deixa pra lá, e eu aguento sim tá senhora Borges.
- Ah então não reclama.
Voltei a rir e ele também ria.
Ficamos um pouco em silêncio, mas logo estavamos conversando de novo.
- Tá boa a comida né!
- Otima, a Esmeralda cozinha muito bem.
- Sabe, eu não esperava que nós fossemos nos dar tão bem.
- Nem eu, mas tem um dia só né.
- Eiiii não agoura Sophia.
Ele disse e deu três batidinhas na mesa.
- Não tô agourando, é só que nós somos muito diferentes, sempre brigamos muito.
- Por que você não assumia que gostava de mim e dificultava tudo né?! Não vai ser mais assim, ou vai?
- Ok eu dificultava um pouco...
- Bastante né linda.
- Tá, bastante. Mas tô com medo de só isso não ser suficiente.
- Olha eu amo você, você me ama e tudo vai dar certo.
- Tudo bem, tudo vai dar certo.
- Escuta, agora eu não preciso mais ficar trancada aqui né?
- Eu nunca te tranquei aqui.
- Até parece - Eu bufei e revirei os olhos.
- Era só você sair com o motorista.
- Eu não preciso de babá.
- Tudo bem eu sei. Fala o que você quer.
- Eu quero poder dirigir. Sair sem ninguem me vigiar.
- Sophia, eu tenho medo de que você vá...
- Ei shiu! - Pus dois dedos em sua boca.
- Eu escolhi você! Eu rasguei aquele divorcio não foi atoa.
- Mas...
- Não tem mais. Eu já disse, não vou atras de ninguém.
- Desistiu dele assim tão facil?
- Não foi fácil. Mas o que eu sinto por você é maior e mais forte.
Ele suspirou e olhou para o prato vazio que tinha diante de si.
- Tudo bem então, vou falar com ele pra deixar você sair só se quiser.
- Jura?
Eu levantei da minha cadeira e fui em direção a ele, sentei em seu colo e dei um beijo.
- Eita, só um beijo?
- Quer mais o que?
- O que você tiver a me oferecer.
- Pensei que não tava me aguentando senhor Borges.
- Eu só precisava almoçar senhora Borges.
Ele me beijou mais uma vez.
- Só que agora nós vamos pro sofá, ficar deitadinhos pra descansar o almoço.
- Poxa, coloca o doce na boca de criança e depois tira.
- Vamos lá. Temos o resto da vida pra fazer isso Micael.
- O resto da vida?
- É!
- Então vamos assistir alguma coisa na televisão.
Ele me levantou e depois se levantou da cadeira, a empregada já tava indo limpar a mesa quando nos sentamos no sofá.
- Escolha o programa então. Um filme de preferencia.
- Ta bom então, eu escolho!
Eu escolhi um filme de romance e nós ficamos ali deitados assistindo. É tava bom demais pra ser verdade.

13 comentários:

  1. Caaah posta maiis... Ta muuiiito perfeiito

    ResponderExcluir
  2. Posta... Só não me diz que é um sonho da Soph, n faz eles brigarem por favor, pelo menos não agora, sei que é baseado na vida real, mas casais da Vida real também não brigam Tanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é um sonho não, eles estão bem de verdade; Realmente casais na vida real não brigam tanto :)

      Excluir
  3. Poxa queria detalhes do banho kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. +++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir