Reviravolta - Capitulo 92

- Mamãe, Papai! - Ela falou agarrada a mim. - Que saudade!
- Oh meu amor,  mamãe tava com muita saudades também! - Enchi ela de beijinhos. Quando me levantei percebi porque Micael não falava nada, Diego estava ali com a Larissa, nos olhando.
- Oi gente. - Eu falei e cheguei mais perto do Micael. - Desculpem, não tinha visto vocês ai.

- Tudo bem, estávamos de saída. - Diego falou sem graça.
- Por mim pode ficar ai, vou pra empresa. - Micael me deu um selinho e deu um beijo na testa dela.
- Tchau amor, até mais tarde. - Ele saiu e Alycia fez cara de triste.
- Poxa, a gente nem brincou. - Ela falou manhosa.
- Ele volta depois, por enquanto você brinca com o papai Diego e com a dindinha. - Eu falei e ela foi, logo eles animariam ela novamente.

Subi para tomar um banho, muita coisa pra assimilar. Quando olhei no relógio vi que já passava das seis da tarde. Tomei um banho demorado, deixei que a água quente relaxasse todos os músculos do meu corpo e tentei não deixar que os pensamentos sobre a familia do Micael tomassem conta da minha mente. Me enrolei na toalha e fiquei sentada na cama, aquela situação era muito desconfortável e eu não sabia o que fazer para que Bruna se abrisse comigo. Levantei e fui procurar uma roupa no armário. A porta do meu quarto se abriu e eu me assustei, deixei a toalha cair. Fiquei sem reação ao ver que quem estava parado na porta era o Diego, junto com Alycia. Ele me olhava com cara de bobo apaixonado, reparando minuciosamente cada detalhe do meu corpo. Essa situação demorou alguns segundos, até que eu pegasse enfim a toalha do chão.

- Não sabe bater? - Perguntei furiosa, enquanto prendia a toalha novamente.
- É que... - Ele parecia meio atordoado. Eu comecei a me vestir.
- É que nada! - Falei brava,
- Eu só vim avisar que Alycia deixou cair suco na roupa, precisa trocar. - Ele falou com a cabeça baixa.
- Tudo bem, vem filha. Você pode descer. - Falei assim que terminei de me vestir e ele saiu. - Toda desastrada hein filha.
- Eu fui correr, ai caiu. - Ela parecia decepcionada.
- Que carinha é essa? - Perguntei estranhando enquanto colocava outra camiseta nela
- Papai foi embora e nem brincou comigo. - Ela realmente tinha ficado chateada.
- Ue, ele quis deixar você um pouco com o papai Diego. Você tem todo tempo do mundo pra brincar com ele
- Por que não posso brincar com os dois? - Ela perguntou inocente.
- Eles não se gostam. Preferem ficar longe um do outro. - Falei baixo, segurei sua mão e estávamos descendo as escadas pra sala já.
- Poxa... - Ela não falou mais nada e foi pra onde estavam Larissa e Diego. Eu passei direto pra cozinha e senti passos vindos de trás de mim.
- O que você quer? - Disse quando me virei e vi Larissa parada ali na cozinha.
- Quero saber até quando vai ficar sem falar comigo... - Ela falou meio triste. - Sophia, eramos melhores amigas, participei de muita coisa na sua vida, sou madrinha da sua filha e você simplesmente vai parar de falar comigo?
- Simplesmente não, você sabe muito bem o que você fez. - Falei com raiva.
- Você ja tinha largado ele, você já estava com o Micael! - Ela falou alto.
- Não ligo de ter ficado com ele, Larissa. Ligo de não ter chegado em mim e perguntado.
- Queria que eu pedisse permissão pra ficar com seu ex? - Ela debochou.
- Queria que você tivesse consideração de falar comigo, não pedisse nada. - Eu esbravejei.
- Sophia, me desculpa! - Ela falou mais controlada agora. - Eu admito que foi errado esconder de você, mas eu tive medo da reação que você teria.
- Ficaria surpresa, mas pelo menos saberia que podia confiar em você. - Dei de ombros, também falando mais baixo.
- Você pode confiar em mim! - Ela falou e eu ri com ironia.
- Você sempre quis o Diego! - Eu a acusei sem pena.
- Nunca desrespeitei você. - Ergueu o olhar e me encarou.
- Olha Larissa... - Eu ia falar e ela me interrompeu.
- Olha você Sophia, eu não aguento mais ficar brigada com a minha melhor amiga por causa de homem. Sophia eu amo você, nossas conversas, nossas amizades... Cara, foram cinco anos morando juntas, como pode esquecer disso?
- Não esqueci de nada... Nem de quando a Alycia ameaçou falar Dinda primeiro que mamãe. - Ela riu e eu não controlei o riso.
- Ela teria falado se você não tivesse confundido a criança. - Ela respondeu ainda rindo. - Ou quando ela finalmente andou, e foi na minha direção! - Deu um beijinho no ombro.
- Só isso que ela fez primeiro com você, e só por que você tinha um biscoito na mão sua trapaceira. - Nós gargalhávamos.
- Cada um usa as armas que tem! - Nos fomos parando de rir aos poucos e ficamos nos encarando. - Não vamos deixar que uma briga apague todas as nossas lembranças. - Eu considerei por um tempo e então dei um abraço nela.
- Amigas para sempre? - Ela perguntou.
- Amigas pra sempre!

6 comentários:

  1. esse diego é um... enfim KKKKKKKKK continua

    ResponderExcluir
  2. Que bom que elas ficaram dee boaaa ♥♥
    posta bônus
    SoMic ♥
    Essa toalha ai vai da confusão com o Mica kkkk

    ResponderExcluir
  3. Agora a Sophia ta sendo madura

    ResponderExcluir
  4. Continuaa, ta lindaa tem que vir baby hein??

    ResponderExcluir