Nova Chance - Capítulo 2

Sophia se olhou no espelho meio quebrado de seu quarto. Os cabelos loiros estavam perfeitamente penteados, com alguns leves cachos nas pontas.
Os olhos estavam bem marcados de preto e a boca de um vermelho vivo. Usava um corpete preto, que realçava suas curvas e um shirt preto também preto, que deixava a popa da bunda aparecendo. Usava um salto.alto vermelho e uma bolsa pequena, vermelha. Tinha vontade de chorar quando se olhava daquele jeito. Antes que a primeira lágrima caísse, ela desligou a luz do quarto e saiu dali. Andou até o ponto. Enquanto andava, percebia os olhares de algumas pessoas e isso a incomodava. Quando chegou no ponto, avistou a amiga, Lily. Ela estava conversando com um moreno, alto, lindo. Demorou para o reconhecer. Era o mauricinho que ela havia visto maos cedo na televisão. Ele a olhou e por um instante, ela achou que o olhar dos dois tinha se encontrado. Ela balançou a cabeça, afastando o pensamento e encarou o chão, quando ouviu alguém se aproximar. Virou-se e encarou o rapaz que se aproximava. Era alto, branco, dos olhos castanhos e o cabelo preto.
Xxxx: - Boa noite, moça. Qual seu nome?
Ele sorria. E que sorriso.
Sophia: - Sophia. - Falou baixo.
Xxxx: - Chay.
Ele estendeu a mão pra ela, que apertou.
Chay: - Nunca tinha te visto por aqui. Quantos anos você tem?
Sophia: - 17.
Chay: - Você é uma gracinha, sabia?
Ele tocou o rosto dela com a mão. Sophia deu um passo pra trás. Não gostava dessa intimidade que os homens achavam que tinham com elas. Viu outro cara se aproximar. Ele tocou o ombro de Cahy e Sophia suspirou.
Xxxxxx: - Chay, isso aqui já deu. Ou você pega alguma mulher ou nós vamos embora.
Chay: - Calma, Arthur. Deixa eu conversar com a gatinha aqui.
Arthur analisou a menina a sua frente. Alguma coisa nela o chamou a atenção. Talvez fossem seus olhos azuis que lembravam o de sua mãe.
Arthur: - Vamos embora, Chay. Você já tá bêbado demais. Desculpa por qualquer coisa, menina.
Sophia sorriu e viu Arthur levar Chay embora. Estava livre de um, mas aquela noite estava só começando. Olhou para o lado e Lily não estava mais lá. Um senhor, bêbado estava vindo em sua direção. E que começasse seu maio pesadelo.

5 comentários:

  1. muito legal to gostando posta mais...

    ResponderExcluir
  2. Nossa a sophia sofre em o padrasto a obriga se prostituir que nojento tadinha

    ResponderExcluir
  3. Na verdade pelo pai mais triste ainda posta mais

    ResponderExcluir