Futuro Planejado - Capítulo 70

Depois que ele foi embora eu fiquei no quarto com a Clara e logo minha mãe apareceu.

- Acho que alguém já pode sair dessa depressão ai né. - Ela disse ao me ver deitada na cama com a minha filha em cima de mim.
- Não tô em depressão nenhuma.
- Já pode levantar pra agir a vida.
- Não tenho vontade de fazer nada mãe. Quero ficar aqui e só.
- Sophia, toma vergonha nessa cara, ele já provou ser inocente e já provou o quão idiota você é, agora reage e corre atrás né meu amor.
- Mãe ele tem raiva de mim, o que natural, porque até eu tenho raiva de mim. - Eu já estava chorando.
- Filha, ele só tá magoado. E ele tem motivo pra isso, já que ele tanto disse que não tinha feito nada. 
- Eu não consegui acreditar, eu fui idiota eu sei, mas não consegui. Na minha cabeça eu me julgava por ter ficado tanto tempo acreditando que ele estava vivo e o esperando, pra ele fazer isso quando voltou.
- Vai atrás do seu homem, ficar esperando a vontade dele, outra vai passar na frente. Por que o Micael é gostoso né minha filha!
- MANHÊ!
- Ah só falei o que eu penso e o que todas pensam. E enquanto você fica ai se remoendo tem alguém que ta com ele.
- Tão realista essa minha mãe. - Eu revirei os olhos. - Amanhã...
- Isso deixa pra amanhã. 

Minha mãe saiu do quarto e eu fiquei lá pensando no que faria. Era dificil. Primeiro passo voltaria a trabalhar. 
O resto do dia se passou sem eu fazer grandes coisas. Até que chegou a hora de dormir.
Estava deitada na cama e pensando no Micael, quando peguei meu telefone e resolvi enviar uma mensagem.

"Você faz muita falta pra mim, principalmente na hora de dormir"

Pensei duas vezes antes de enviar, mas decidir enviar mesmo. A resposta não veio, esperei durante alguns minutos, ele visualizou e não me respondeu.
Tentei me acostumar, mas o sentimento de perda tava grande em mim.
Coloquei o celular embaixo do travesseiro e Fechei os olhos.
Quando estava quase dormindo eu o senti vibrar. Peguei rápido e olhei.

"Agora eu faço falta..."
"Sempre fez, agora eu admito"
"Nossa, valeu."
"Micael, você não vai me perdoar?"

A resposta dessa vez demorou, acreditei que nem viria.

"É complicado..."
"O que? Por quê?"

E então ele não me respondeu mais. Eu adormeci com o telefone em mãos. Acordei as 7h no dia seguinte. Levantei olhei o berço e minha princesa ainda dormia. Eu fui tomar banho e quando voltei ela estava acordada.

- Vamos olhar essa fraldinha! - Eu disse pra ela enquanto averiguava se estava suja. Só tinha xixi.
Troquei a fralda e me vesti. Saia social preta e uma blusinha de cetim vermelha. Meu salto, um scarpin vermelho e minha bolsa preta. Eu desci pro café com a Clarinha e minha bolsa.

- Nossa onde ela vai assim? - Meu pai fez cara de espantado.
- Vou trabalhar, acho que já deu a hora de voltar.
- Acho que é só pra ver o Micael. - Minha mãe disse e riu.
- Grande parte - Eu RI também. - Fica com ela pra mim?
- Claro filha! - ela abriu os braços e a Clara se jogou.
- Essa minha filha parece amar mais a avó e o pai do que a própria mãe. - Disse enquanto passava requeijão no pão.
- Ah filha, olha o recalque!
- Que linguajar dona Branca. - Eu RI.
- Tô na moda! - Ela disse fazendo todos rirmos.
- Sophia eu vou indo agora, vem comigo? - Meu pai perguntou 
- Vou sim!
- Mas ela nem terminou o café ainda amor! - Minha mãe se meteu.
- Tem problema não, eu vou. Vamos papai lindo. - Eu RI. Me levantei dei um beijo na testa da minha neném e outro na de mamis. 
Já no carro estava um silêncio até meu pai o quebrar 

- Sophia, aquilo lá é uma empresa...
- Hum, eu sei pai...
- E eu não quero você e Micael brigando lá.
- Eu não tô com intenção de brigar...
- Filha, lá é o seu trabalho. Só. Coisas particulares tem que ser resolvidas fora de lá.
- Meu casamento sempre foi envolvendo essa empresa, alias eu só me casei por causa dela. Então, nada é particular dentro dela. - Meu pai ficou em silêncio e eu também, até chegarmos na empresa...

--------------------
Pessoal, andei afastada esses dias porque eu simplesmente não to tendo mais ideias pra escrever. Tá difícil. Muito difícil. 
Eu vou acabar essa web dentre os próximos capítulos e não sei se começarem outra, por que eu não tenho nenhuma ideia legal.
Então fica aqui o pedido, se algum de vocês tem uma situação legal, e que ainda não foi escrita por aí, comenta aqui pra mim. Por favor, me ajudem!!!

16 comentários:

  1. A gente entende mais suas histórias são ótimas não desista delas

    ResponderExcluir
  2. Sophia só podia pensar em uma solução para saldar a divida de seu pai com o rico empresário Micael Borges: oferecer a si mesma em troca! Ela sabia que aquilo era loucura. Micael era o tipo de homem que poderia ter todas as mulheres que quisesse, e Sophia ainda era virgem… Micael ficou intrigado com a proposta de Sophia e imediatamente apresentou-lhe um contrato especificando seus deveres como amante durante um ano. E a primeira clausula era: dormir na mesma cama. Micael era um homem charmoso, atraente, carismático… Não seria nada difícil para Sophia entregar-se a ele. Mas e depois? Como ficaria seu coração quando o contrato terminasse?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me passa o link dessa fanfic, eu perdi :(

      Excluir
    2. Essa fanfic aí de cima não existe, eu acho.

      Excluir
    3. Existe sim. Ela foi postada em um tumblr. Eu li ela, mas eu formatei o meu e perdi.

      Excluir
  3. Faz uma história sobre um homem mais velho que se apaixona pela uma menina jovem

    ResponderExcluir
  4. Maais Maais Maais Maais♥♥♥ Perfeita♥♥

    ResponderExcluir
  5. Faz uma estilo bbb, a fazenda e tal. É diferete e ñ existe por aí. Ficaria MUITO legal!!!

    ResponderExcluir
  6. Quero SoMic juntos!!!Flor pode divulgar meu blog ? Pode divulgar meu blog ? Eu fiquei um tempo sem postar , mas voltei com tudo e com um novo cronograma .http://lucyporsomic.blogspot.com.br/ Vc pode fazer um que a Sophia era uma menina muito ingenua , ai um home , ou seja , Micael , é um grande empresario , Sophia vai trabalhar na empresa dele , ai ele pode usar ela , ela acaba engravidando , mas ai ela foge de tudo , só que ele se ve apaixonado por ela , só que depois de um tempo ele ve que é tarde de mais , o tempo passa , ai ela volta forte , um mulher totalmente diferente do que ela , o humilha , o usa e se ve encurralada , com o sentimento perdido retornando.

    ResponderExcluir