Nova Chance - Capitulo 144

Naquele dia Sophia foi ao medico com o marido e ele passou vários remédios que não interferiam em nada na formação do bebê. Assim, o tempo foi passando.

A gestação de Sophia, não teve altos riscos. Ela foi muito bem controlada pelos médicos que o hospital de Jorge tinha disponibilizado pra ela, e tinha também a enfermeira que sempre estava lá.
Os meses foram passando, Micael a medica que via que Sophia estava realmente bem, se envolveu mais com a gravidez e então estava finalmente animado com os bebês, comprava roupinhas, sapatinhos, brinquedos. Não podia estar na rua que via algo e lembrava. Quando Soph estava com 5 meses, ela descobriu que era gêmeos. Embora todos diziam que era, ter a confirmação era diferente.
Micael ficou um tanto quanto estupefato e temeroso, isso poderia complicar a situação. Quando na mesma consulta a medica disse que seria um menino e uma menina, eles sorriram. Teriam um casal.
Após essa noticia os médicos e enfermeiros redobraram atenção a menina. Mas não era necessário, a Gravidez se manteve estável ate o fim da gestação.
E agora, eles estavam na sala de parto, Micael segurava sua mãe e ela apertava pra dar força, teria que nascer normal, cesária era considerado de alto risco no caso dela. Sophia estava ficando fraca, quando nasceu o menino, seu choro deixou SoMic desconcentrado, os dois queriam ver o bebê, mas ainda tinha a menina pra sair.
Sophia estava cada vez mais esgotada, não tinha mais forças quando sua menina nasceu. As enfermeiras levaram os nenéns pra tomar banho enquanto eles terminavam com Sophia. O que ninguém ali tinha percebido, até que Micael ia falar com ela que os bebês era lindos.
Mica: Amor?
Mica então ficou desesperado, avisou a equipe que estava lá pra caso acontecesse alguma coisa. Eles o colocaram pra fora da sala e foram olhar Sophia, sua respiração era fraca, ela estava toda mole. Até que a respiração parou.
Dr: Desfibrilador, rápido. Não temos tempo.
Os enfermeiros prepararam o equipamento e outros colocaram uma maquina de oxigênio sobre o rosto de Sophia.
Dr: Um, dois, três...
Ele encostou o aparelho, depois repetiu a ação duas vezes e milagrosamente o coração de Sophia voltou a ter batimentos na tela do computador que tinham ali para monitora-la.
Micael do lado de fora acabava com as unhas pra ter alguma noticia. Estava Sophia, o restante da familia aguardava na sala de espera.
O mesmo medico que o expulsou, saiu para dar noticias.
Dr: Ela esta bem, agora vamos a encaminhar para o quarto, mas vocês só poderão visita-la quando ela acordar.
Mica respirou aliviado.
Mica: E os bebês?
Dr: Já tomaram banho e devem estar sendo encaminhados ao berçário. Uma equipe foi designada a tirar algumas amostras de sangue pra saber se eles são totalmente saudáveis.
Mica: Então posso visita-los daqui a pouco?
Dr: Sim, seus filhos e sua mulher estão bem!
Micael sorriu e correu para dar a noticia. Na sala de espera, o numero de pessoas tinha duplicado, quando eles saíram dali só tinha Antônia, Jorge, Ana, e Antônio. Agora, Já tinha Renato, Chay junto com Mel, Laura e Thiago, Lily e Lucas e Arthur e Lua.
Quando ele chegou, todos o olhavam apreensivos.
Ana: Fala logo Micael.
E ele sorriu de novo.
Mica: Estão todos bem, os bebês e a Sophia.
Uma onda de respirações presas sendo liberadas foi solta na sala.
Ana: Podemos ver ela?
Mica: A Sophia não, só quando ela acordar.
Antônia: O parto foi normal e ela ta dormindo?
Mica: Eles tiveram uma complicação, por isso ela ta dormindo.
Antônio: E meus netos?
Mica: Eles estão indo pro berçário. Mariana e Murilo são lindos!
Arthur chegou perto e abraçou o cunhado.
Arthur: Parabéns cara!
Mica: Obrigada mano.
Chay: Isso ai, arrasou. Agora tem que ser um homem responsável tá bebê?
Mica: Eu sou seu viado. Cadê sua mãe?
Chay: Não ta muito bem, mas mandou um beijo.
Mica: Tudo bem.
Uma enfermeiro foi avisar que os bebês estavam prontos pra receber visitas.
Eles a seguiram e pararam em frente ao vidro onde os bebês estavam, eles dormiam.
Chay: Será que algum deles tem olhos azuis?
Mica: Bom eles nasceram loirinhos, pode até ser.
Ana: São perfeitos...
Ana se lembrou de Arthur e Ana Julia. Olhou o marido, depois olhou Antônio. Eles poderiam ter sido felizes. Expulsou esse pensamento e voltou a se concentrar nos netos.
Mica: Eu quero ver a Sophia...
Antônia: Calma filho, deixa ela descansar, dar a luz não é tarefa fácil.
Ana: Ainda mais a gêmeos.

9 comentários:

  1. Owwwnt. Meu sonho é ter gêmeos

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que deu tudo certo

    ResponderExcluir
  3. Onwwww que lindos

    ResponderExcluir
  4. Amei Os Nomees *-* Meu Nome e Do Meu Irmãoo U.uu ..Adoreei,Perfeitoo kkkkkk Quero Maais Beijos..

    ResponderExcluir
  5. POSTA MAIS que ta muito Perfeitooooooooo, sua Diwosaaaa, você maandaa mmuito bem Parabénss !!!!!

    ResponderExcluir