Fututo Planejado - Capitulo 45

Desdobrei o papel de sua mão e o li. O delegado estava me convocando a dizer tudo o que eu sabia sobre o caso. Minha expressão era séria mas no fundo eu estava com medo. Não queria ser presa, muito menos por um crime que não cometi. Levantei os olhos e encarei meu pai.

- Vamos pai, não quero chegar atrasada! - Ele me olhou surpreso e logo disse
- Você ainda vai? - Coçou a cabeça - Quero dizer, depois disso? - Ele parecia perplexo.
- É claro que vou, tenho que estar na delegacia as 15 horas da tarde. - Disse explicando.
- Filha, você tem que achar um bom advogado antes. Ou vai querer ir depôr sem um? - Minha mãe se meteu na conversa.
- Mãe, eu não fiz nada, não tenho o que temer. - Disse virando-me pra ela.
- Você tem que entender que, por mais que nada tenha feito, o delegado vai querer sim te incriminar. Ele parece certo de que foi você. - Ela dizia preocupada comigo.
- Ok mãe, olha eu tenho certeza de que a Mari tem contatos de advogados muito bons. - Eu disse o nome daquela secretariazinha com todo desprezo do mundo. Mas é claro que ela me seria útil.
- Sim filha, ela tem contatos com agências de advocacia. Então vamos andado, pra não chegarmos atrasados.

Eu peguei minha bolsa, deu um beijo na testa de minha mãe e segui meu pai depois que ele deu um selinho nela. Nós caminhamos até o carro em silêncio. Trocamos meia duzia de palavras até que finalmente chegamos.
Eu fiz um crachá na portaria, sendo dessa vez provisório ao invés de visitante. Passamos pelas catracas e subimos até o decimo primeiro andar. Aquela secretaria olhou pra mim surpresa, mas logo se pôs de pé para nos cumprimentar.

- Bom dia senhor Abrahão e Senhora Borges. - Ela dizia cordialmente.
- Bom dia Mari - Meu pai sorriu pra ela e eu bufei.
- Oi - Foi meu cumprimento, ela não merecia mais que isso.
- Sinto muito pelo Senhor Micael, Dona Sophia. - Ela tentava ser educada mas estava me incomodando já.
- Ah, é claro que sente. - Revirei os olhos e bufei depois de dizer essa frase extremamente debochada.

Segui em direção as grandes portas e meu pai veio logo atras. Agora eu estava com um friozinho na barriga, o que eu sabia disso? Só o que Micael me contava as vezes, o que não era muita coisa. Eu também não queria ser ensinado pelo Léo, que só estava na presidência por que era o Vice.
Entramos na sala e eu senti os olhares em minha direção.

- Sophia! - Segui a voz que gritara meu nome e vi Léo sentado na mesa que era de meu pai e logo depois de meu marido.
- Oi Léo. Bom dia a todos.

Estavam todos reunidos antes de começarem a trabalhar. Jogando conversa fora. Então entrei e esclareci o que todos ali queriam saber, afinal o que eu fui fazer ali.

- É, eu decidi, apos a morte de meu marido, que quero seguir seus passos aqui na empresa. E como depois que nos casamos, adquirimos a maior parte das ações eu creio que eu possa fazer tal coisa.

Era pares e pares de olhos arregalados me observando. Ouvi Leonardo engasgar com o café que estava tomando.

- Como assim? O que você realmente quer? - Ele perguntou e eu senti uma pontada de medo.
- Quero que você, saia da minha cadeira, por que a partir de hoje, eu sou a presidente e você Léo, não é mais nada. - Eu sorri com a surpresa de todos ali na sala.
- Isso é loucura Sophia, você não sabe nada. - Jorge tentava argumentar por de trás de todas as pessoas que ali estavam.
- E o senhor por um acaso nasceu sabendo ou aprendeu depois? Eu ainda tenho vinte anos, tenho muita coisa pra aprender nessa minha vida. - Eu disse e ele logo se calou. - Eu sou a presidente, meu pai será o vice porque eu quero que ele me ensine tudo o que sabe.
- E eu vou ser o que? - Perguntou Léo, meio desesperado.
- Você vai ser o que você sempre foi, um nada! - Caminhei até a mesa, ele estava em pé e nós ficamos cara a cara.
- Desde quando você tem tanto ódio de mim assim? - Ele perguntou fazendo uma carinha muito linda que eu costumava adorar.
- Desde quando você colocou uma mini-bomba no carro do Micael e sumiu com ele. - Nossa conversa era cochichada, ninguém ali ouvia.
- Eu não fiz nada. - Ele alegava inocência.
- Eu também não estou fazendo, só que a partir de hoje, você é apenas um diretor, assim como seu pai e meu sogro. - Ele bufou mais eu logo sai dali. - Vou falar com a Mari e já volto para começarmos a trabalhar pai.
- Tudo bem filha vai.

Sai da sala e ouvi um burburinho, estavam em debate, provável de querer me tirar daqui, mas eu não vou sair. Olhei aquela mulher mais uma vez e fiquei com mais ódio do que já sentia. Ela estava trabalhando, em não sei o que. Quando me aproximei ela me olhou.

- Dona Sophia, eu queria explicar que eu nunca tive nada com o seu marido, e nem tive intenção de ter. - Ela dizia rápido demais. Parecia nervosa.
- Ele já me disse isso Mariana, o fato é que eu não consigo engolir aquele beijo. E agora eu sou a presidente dessa empresa. - Ela arregalou os olhos.
- Não me demita, eu preciso muito desse emprego. - Ela suplicava e eu sorri.
- Não vou fazer isso, mas isso não significa que eu tenha perdoado aquilo. - Ela respirou aliviada e me olhou esperando que eu dissesse mais alguma coisa. - Eu preciso que você me arrume um ótimo advogado criminalista, pra hoje, as 15 da tarde por favor.

Me virei e voltei pra sala. Começamos a trabalhar e o dia passou rápido, mal vi e já eram 14:30h só me liguei na hora, quando a Mariana bateu na porta dizendo que o meu advogado havia chegado ali. E então, vamos para a delegacia.

-----------------------------------------------
Gente, alguém ai quer bônus?

30 comentários:

  1. Eu quero posta bônus

    ResponderExcluir
  2. Esta perfeito posta mais

    ResponderExcluir
  3. Meu deus cade o mika?

    ResponderExcluir
  4. Ela não vai contar pro sogro dela que ta grávida não ?

    ResponderExcluir
  5. A cunhada dela vai aparecer de novo ?

    ResponderExcluir
  6. Siiim, bônus meu deus, quero o micael de volta

    ResponderExcluir
  7. Eu quero muitos bônus, adorei a atitude que a Sophia tomou, ela Ta super decidida

    ResponderExcluir
  8. E micael..
    Quando q vai ter noticias dele

    ResponderExcluir
  9. Siiiim ..por favor!!!

    ResponderExcluir
  10. Simmmmmmm!!!!!!!👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻😵😵😵😵

    ResponderExcluir