Meu Professor - Capitulo 30

Micael: Porque não pode vir aqui? (suspirou) Achei que nos veríamos todos os fins de semana.
Sophia: Eu sei. (bufou) Mas meu pai quer que a gente passe um fim de semana em família por causa da namorada. (rolou os olhos)


Micael: Ela pelo menos é legal né?


Sophia: É. (deu um pequeno sorriso) Eu de primeira não gostei dela...


Micael: De primeira? Você nem a conheceu e já a xingou de todos os nomes.


Sophia: (riu) É serio. Mas depois eu percebi que ela é legal. Ela sabe da gente.


Micael: Que? Sophia você não poderia ter contado. (um pouco irritado) E se ela for falar com o seu pai e ele for no colégio eu vou...


Sophia: Calma, me deixa falar, por favor. (fez com que ele parasse de falar) Eu não falei que você é meu professor. Só falei sua idade.


Micael: Eu não acho que isso é certo. Quanto mais pessoas souberem mais difícil vai ser pra escondermos isso. Eu não posso ter relacionamentos com uma aluna. Não posso.


Sophia: Eu sei. (suspirou) Eu não conto mais nada, prometo.


Micael: Me desculpa eu fui um grosso agora. Não precisava disso.


Sophia: Eu te entendo.


Micael: Olha se você não fosse minha aluna eu juro que ficaria muito feliz se todos soubessem, mas agora não dá.


Sophia: Eu sei. (suspirou) Não se preocupa. (ficaram em silencio por um tempo) Você falou serio quando me mandou aquela mensagem? Sobre conhecer sua família.


Micael: Claro. (sorriu) Minha mãe se mudou pra cá essa semana, na quarta ela quer fazer um jantar pra minha família.


Sophia: Não acha que seria um pouco estranho? Digo, só vai gente da sua família.


Micael: Não vai ser um jantar grande. Vai ser apenas eu, a Ga, meu pai, o pai da Ga e minha mãe. E você, se quiser.
Sophia: Não tem problema se eles descobrirem?


Micael: Não. A Ga já sabe, meu pai me apoia em tudo e o pai da Ga pode convencer minha mãe a não falar nada.


Sophia: Acha que é uma boa ideia?


Micael: Se não quer vir não precisa.


Sophia: Não é isso é só que... (suspirou) Eles podem não gostar de mim. Podem não gostar de uma intrusa em uma reunião familiar.


Micael: Claro que não. Eles vão gostar de você. (Sorriu) Todo mundo gosta.


Sophia: Ok eu vou. Só preciso arranjar uma desculpa pra conseguir sair do colégio.


Micael: Fala que vai dormir na casa da Gabriela.


Sophia: No meio da semana acho meio difícil do meu pai acreditar.


Micael: Ah sei lá, inventa que... O cachorro dela morreu e que ela precisou ir pra casa e você não queria deixa-la sozinha.


Sophia: (riu) E acha que ele acreditaria nisso?


Micael: Espero que sim. Pode tentar.


Sophia: Ta, eu penso em alguma coisa mais original que “o cachorro dela morreu”. (riu) Eu quero te ver agora.


Micael: Eu também quero. (suspirou)


Sophia: Vem pra cá. (disse animada depois de pensar)


Micael: “Pra cá” onde?


Sophia: Pra minha casa ué.


Micael: Ta doida? Você ta passando o fim de semana com o seu pai, e seu irmão ta ai também.
Sophia: Mas você pode vir de noite. Olha, o Rodrigo dorme cedo quando a Mel não ta aqui, a Mariana vai dormir aqui também então...


Micael: Não. Não vou mesmo.


Sophia: Porque não? (Fez bico)


Micael: Ta louca? Se seu pai ou seu irmão me pegam ai eu morro.


Sophia: Tudo bem então. (emburrada) Então não vou no jantar com a sua família.


Micael: So... (choramingou)


Sophia: É só você entrar escondido. Podemos ficar aqui no meu quarto, sozinhos, até a hora que você quiser.


Micael: Sophia eu...


Sophia: Por favor.


Micael: Ta. (se deu por vencido) Mas se alguém me pegar eu...


Sophia: Ninguém vai ver eu prometo. (Sorriu)


Micael: Eu te ligo quando chegar ai ok?


Sophia: Ok chega meia noite ou uma hora ok?


Micael: Ta. Até mais tarde. (mandou um beijo e desligou) Não acredito que vou fazer isso. (negou com a cabeça com um sorriso no rosto)

2 comentários:

  1. hahahhaahahhaha adorooooooooooooo mika se arriscando, posta mais

    ResponderExcluir